Páginas

13 de nov de 2013

Top10 London: o que vale a pena fazer?

Foto da linda da Estelle Archi

Vejo por aí um monte de listas de atrações principais de Londres. Algumas delas, porém (as atrações, não as listas!), eu achei uma danada de uma perda de tempo quando estive por lá. Então, como boa grumpy que sou, resolvi vir aqui no MEU blog dar as MINHAS opiniões sobre o Top10 London. Para ajudar na minha tarefa, resolvi roubar usar uma lista usada pelo Molho Inglês, que você vê aqui.Então vamos lá?

Eu na frente do British Museum (Onde está Wally?)
British Museum

O museu britânico é um saco #prontofalei. Por quê? Porque eu sou leiga demais pra entender o valor de um monte de pedras do período neolítico e daquilo que sobrou de uma cozinha do período pré-medieval. Foi por causa do BM, porém, que aprendi uma palavra nova: crockery. É que lá na St. Giles é de lei usar essa palavra pra descrever o porquê de o museu ser tãoooooo boring. "It's all about crockery", they say. Ok, não é só crockery. Mas o espaço que eles reservam pras quinquilharias que já foram de alguma cozinha é muito grande.

Minha regra é: se tem muita foto do prédio, é porque o museu é chato. Aí embaixo tem mais algumas fotos que fiz por lá.

Foto de detalhe do teto = museu chato
Again
Pra não dizer que o British Museum é uma gigantessssssca perda de tempo, eu gostei da coleção de jóias, de relógios, das estátuas gregas, da ala dos faraós... Mas ó, se a pessoa tivesse pouco tempo pra visitar Londres, eu não mandaria ela pra lá. Tem coisa mais legal.

Estátuas gregas: por que sempre sem cabeça???? Caiu? Quebrou? Degolou?
Salvo engano, tem jóias da Ana Bolena nessa ala do museu

**********

Só tenho essa foto di horrivis da National Gallery :(
National Gallery

Eu não tenho foto da National Gallery. Quem sabe o porquê? Porque é legal demais, oras! Fiquei horas me deliciando com os quadros originais que a gente viu um milhão de vezes nos livros de História da escola. *Suspiros* Achei sensacional reconhecer os quadros e me lembrar a que período da História eles se referiam. Puxa vida, se você quer esquecer do tempo dentro de um museu, essa é a minha dica. Sem contar que fica na Trafalgar Square, que já é um super ponto histórico de Londres.

E só? Não, tem mais. A National Gallery fica ao lado da National Portrait Gallery, que tem o maior acervo de pinturas da época Tudor do mundo. Como obcecada que sou pelo período Tudor, podicrê que passei umas boas horas lá dentro. Ah, já falei que é tudo de graça? Agora acabou? Não, porque na Trafalgar Square fica também a St. Martin-in-the-Fields, uma igreja lindinha que tem concertos quase todos os dias. Se você for mais cedo, assiste ao ensaio for free. :) Agora já tá bom, né, gente? Pode ir que é sucesso.

**********

Pra quem só tem uma Cybershot, essa foto é muito linda, né?
London Eye

Aviso de pronto: é passeio de turista, com preço pra turista, com fila gigantesca em qualquer dia da semana e em qualquer hora do dia ou da noite. Topou assim mesmo? Então joia. Tecnicamente, é uma volta na roda gigante, que dura mais ou menos uns 30 minutos. É legal porque você vai ver Londres de um ângulo completamente diferente (tá, isso é óbvio!), mas eu diria que o negócio é meio monótono. Então sem grandes expectativas: esteja lá preparado apenas para tirar boas fotos. Ou não. Eu fiquei muito tempo apreciando a paisagem e só lembrei de tirar foto quando a gente já tava descendo do brinquedinho. Humpf.

Parece preto e branco, mas a foto foi tirada num dia... cinza 
O Big Ben emoldurado pelas engrenagens
Como é que é? Londres, cidade cinza? Hmmm acho que não

**********

Dentro do Tate Modern tem umas coisas assim
Tate Modern

Gente leiga não tem que ir a museu. Principalmente se ele for de arte moderna. Olha, vou confessar que fico um purgante em museu de arte moderna, porque olho pras coisas e fico naquele pensamento martelante "isso aí até eu faço". Olho pra tudo com muita impaciência e acho bem pointless. Mas é arte, viu, gente? E gosto é igual a você sabe o quê. Se você é uma pessoa mais ligada ao mundo das artes, vai adorar. A Estelle, dona da foto que dá início a esse post, é obcecada por esse museu e foi lá várias vezes num período de apenas 2 meses. Aquele negócio: gosta de arte moderna, vá. Não gosta, não vá. Simples assim.

Um monte de óóóó na parede: isso aí até eu sei fazer

Pegar a tampa do bueiro e colocar na mesinha: isso aí até eu sei fazer

***********

Natural History Museum visto de um ângulo diferentoso
Natural History Museum

Apenas que: TEM QUE IR. Assim, em letras garrafais. É minha atração preferida de Londres, no topo de um pedestal que nenhum outro passeio chega nem perto de alcançar. Os achados do Charles Darwin estão lá, um monte de dinossauros estão lá, um monte de animais empalhados que você nunca viu na vida estão lá, o Cocoon está lá - uma estrutura gigantesca e maravilhosa e interativa e sensacional e maravilhosa e pelamooooorrr que que vocês estão esperando pra incluir esse museu na lista? Dica: chegue às 10h. E não planeje nada mais para esse dia. Se estiver com crianças, então, esqueça. E não preciso nem dizer porque não tenho foto do interior do museu. PER-FEI-TO!

De dentro do Cocoon *_*

**********

Science Museum

Shame on me, nunca fui ao SM. A causa, eu creio, é que o Science Museum fica ao lado do Natural History Museum. Quando eu ia pra essas bandas, planejava visitar os dois, mas como eu disse anteriormente... impossível ter tempo de fazer qualquer outra coisa além do NHM. Por outro lado, eu fui ao Victoria & Albert Museum (V&A), que fica nesse combo de prédios. E desse posso falar: amei! Mas é só se você estiver com tempo sobrando. É considerado o maior museu de design e artes decorativas do mundo. Tem roupas, móveis, instrumentos e um monte de outras coisas de vários períodos da História, incluindo a era Tudor :)

**********

Vi Buckingham e pensei: mas é só isso?

Buckingham Palace

Eu via nos vídeos a casa da Rainha e pensava "uau, que lugar gigantesco!". Pra evitar o mesmo desapontamento que senti, já vou dizendo: é pequenininha. Não é grandiosa, não é extremamente luxuosa, e a praça é pequetita. Vale a pena? Claro, é cartão postal essa foto, né? E às 11h tem a troca da guarda, evento esse que eu não vi a cores por razão de: estar estudando. Por alguma razão desconhecida, a entrada ao palácio estava vetada no período em que estive lá, mas dá pra entrar, fazer um tour, ver os cavalinhos das carruagens da Rainha (puxa, eu queria tanto ver!) e também o jardim. Se tiver aberto a visitação, vá. Tire fotos. Me mande o link. Grata, Marla.

Por favor, não faça palhaçada pro guarda rir. É constrangedor

Pra chegar em Buckingham, aconselho vir andando da Trafalgar Square até lá. No meio do caminho tem o St. James' Park, que é verde, bem verde, suuuuuuper verde e muito lindinho. By the way, os parques de Londres, são um capítulo à parte, nem parece que você está dentro de uma cidade grande. Não dá pra ouvir nenhum carro sequer. No St. James' tem mamãe pata e seus patinhos que foram passear, esquilo que come na sua mão e mais, muito mais.

A mamãe gritou Quá! Quá! Quá! Quá!

Esquilinha faminta ficou um tempão comendo na mão da japa (era japa, eu juro!)
**********

Westminster Abbey

Shame on me, shame on me, shame on me para sempre. Não fui. Nem passei na porta. Tenho nem desculpas pra dar, porque eu tava lá do lado do Big Ben a toda hora. Bastava dar a volta. Não faça como eu e vá lá tirar fotos pra mim. :)

**********

White Tower, na Torre de Londres
Tower of London

OMG! OMG! OMFG!!!! Vá, por favor, vá! Esse lugar é cheio de histórias fenomenais. Fica na beira do Thames e era o portão da cidade de Londres. Começou a ser construída em 1066 a mando de William the Conqueror. Ana Bolena (sempre ela!) foi coroada AND decapitada nesse mesmo lugar. Os prisioneiros mais importantes que Londres já teve (incluindo os da 1º e 2º Guerras Mundiais) foram trancados nessas torres. O local aindaabrigo a seis corvos. Diz a lenda que se os corvos deixarem a Torre de Londres, o reino cairá por terra. É muita História, gente. Pelamorrr, tem que ir, não tem nem o que discutir. E de quebra você ainda passa na Tower Bridge que é, na minha concepção, apenas a estrutura mais linda de Londres.

Traitor's Gate, portão ligado diretamente ao rio e usado para trazer prisioneiros

Bloody Tower, com vários equipamentos de tortura

Tem guardas e também atores vestidos com roupas medievais encenando: super legal

Tower Bridge, essa linda

*Suspiros*

**********

Big Ben num dia nada cinza e absolutamente lindo
Big Ben

É de graça e é cartão postal. Nem se eu disser que você não deve ir, você vai, é claro. Mas você tem que ir. Então vá. Prepare a máquina e tente fugir das fotos óbvias. Dica: passe da parte das muitas atrações, de lá tem outra visão e não fica tanta gente pra estragar robertar suas fotos. Mas antes de chegar até lá, pare um pouquinho no carrossel, perto da London Eye. Ah, vá, só £2 a voltinha. :)

Carrossel, esse foi o primeiro de uma série de muitos

Gray London

Soooooooooo gray

Deixa eu ajeitar meu cabelinho

**********

St. Paul's Cathedral, onde a Lady Di foi desposada
St. Paul's Cathedral

Absolutamente linda. Por fora AND por dentro. Se tiver com grana, porque, né, gente? 20 rainhas. Achei bem caro e fiquei só na parte permitida pros mortais. A dica é olhar no site a hora da missa e aparecer por lá nessa hora com uma cara de quem tem muitos pecados pra pagar. :)

Onde está Wally???
Essa foto da Estelle é impagável. Ao fundo, St. Paul's e Millennium Bridge, que liga o Embankment à catedral

É isso, gente. Espero que a listinha ajude você a selecionar os lugares que vai visitar em Londres e que possa ser útil no planejamento de quanto tempo ficar em cada uma delas. Se tiver alguma dúvida sobre algum lugar que não está aqui, já sabe: é só deixar um comentário que eu tento ajudar. ;)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pra ser avisado sobre uma resposta pro seu comentário, lembre-se de marcar a caixinha de "Notifique-me" ali, no cantinho à direita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...