Páginas

22 de out de 2013

Estudando inglês em Londres

Regent's Street

Vou fazer um favor pra mim mesma e escrever sobre a minha escolha pela escola de inglês em Londres. Acho importante deixar registrado já na segunda frase que ninguém me pagou pra escrever esse post (infelizmente), então tudo o que eu gostei foi porque realmente gostei.

Por que Londres?
Poderia ser Nova York, Bristol, San Francisco ou Cambridge - isso só pra citar algumas das opções mais cotadas. Demorei quase um ano pra me decidir. A princípio eu queria ir pros Estados Unidos pra aproveitar o dólar mais barato, mas quando comecei a pesquisar, ver fotos, vídeos etc, não teve jeito: eu estava convencida de que meu coração é inglês. Eu precisava ver de perto as paisagens inglesinhas. E aí foda-se, vamos gastar em libras porque eu sou rycca (só que não!). Poderia ser uma cidadezinha do interior? Não. Porque Londres tem coisas demais e no interior isso sempre vai acabar mais cedo ou mais tarde. Londres é infinita, no looping. London it is.

Meu quarto em Londres
Por que ficar em casa de família?
Porque eu sou traumatizada de não ter feito o high school nos EUA, ter sido líder de torcida e ter ganhado uma família americana. Morar numa casa tipicamente inglesa fazia parte dos meus planos desde sempre, eu queria VIVER como uma inglesa. E aí entra o bônus: ficar em casa de família é a opção mais barata.

Valeu a pena ficar em casa de família?
No meu caso, sim. Fiquei em uma casa formada por pai, mãe e duas crianças (de 11 e 5 anos) na zona 4 de Londres. Isso quer dizer pelo menos 30 minutos de metrô até a escola, na zona 1. Sem contar os 20 minutos que eu tinha que andar da casa até a estação. Ainda assim, uma maravilha. Omega, minha hostess, foi incrível e tentou me agradar de todas as maneiras. A comida dela era a melhor EVER. Mas eu tive sorte. Ficar em casa de família é uma roleta russa. Meus amigos da escola contaram um bocado de histórias. Em uma delas a família era grega e falava inglês só de vez em quando (mas isso não é comum); em outra a dona da casa separava a hóspede do resto da família e ela não podia falar com os netos da mulher; noutra a viúva só cozinhava frituras e gororobas... Tem pra todo gosto. Então #comofas? Fica em alojamento estudantil? Tenho amigos que amaram e amigos que saíram traumatizados. Dois casos de trauma: roubaram todos os equipamentos eletrônicos de uma amiga; noutro a camareira trocou os lençóis mas esqueceu de deixar cobertores e a minha amiga dormiu dois dias no frio londrino. Como eu disse, roleta russa, em qualquer tipo de acomodação.

Por que NÃO comprar o transfer que eles oferecem?
A não ser que você esteja com 3 malas (e 2 mãos, a gente nunca sabe...), é possível usar o transporte público pra chegar a qualquer lugar em Londres. Tem uma linha de metrô que sai de Heathrow. Por £5 você chega no seu destino sem stress. Por que pagar £60? Quer dizer... o dinheiro é seu, mano. Ahaza.

Minha turma no último dia de aula
Por que a St. Giles?
(...) Tô aqui há um tempão pensando. Mas ó, acho que foi destino mesmo. Eu queria que a escola fosse autorizada pelo British Council, coisa que você pode conferir aqui. Tudo isso porque uma amiga levou um calote de uma escola não autorizada e perdeu todo o dinheiro investido. Em Londres a St. Giles tem 2 escolas, mas eu optei por aquela que fica na região central, a London Central. Se eu a recomendo? Demais. As salas não têm mais do que 12 alunos e o ritmo de ensino é puxado, o que é super estimulante, né? Os professores são muito legais e as aulas extremamente dinâmicas. A escola ainda organiza diversas atividades pros alunos e um pub crawl semanal que te ajuda a fazer mais amizades (isso se você for uma pessoa tímida porque eu... bem.... eu faço muitos amigos sóbria mesmo).As salas são bem iluminadas e cheias de equipamentos high tech pra ajudar no aprendizado. Tem laboratório de informática, biblioteca, salas de estudo e mais um monte de coisa que você vai achar no site. Tudo verdade. Dica (não paga, infelizmente): a CI é a correspondente da St. Giles no Brasil e cobra o mesmo preço que você negociaria diretamente com a escola.

Tem muito brasileiro nessa escola?
Depende. No primeiro dia rola um teste de nível e eu vi, sei lá, uns 30 brasileiros começando na mesma semana. Nas turmas de Beginner e Intermediate tem muito brasileiro, mas nas de Advanced eles são raros. Na minha sala tinha um único e a gente combinou que se amava, mas que não seria amigo por razões de: não queríamos correr o risco de falar português. Fugi de brasileiros e foi a melhor coisa que eu fiz. No mais, na minha escola tinha muito suíço, turco e japonês/coreano/chinês (não sei diferenciar, shame on me).

Brasileira, suíça, holandesa e japonesa comendo brigadeiro de panela

Quanto você gastou?
£2.200. O que isso inclui: Curso de inglês com 20 horas/semana (só pela manhã) por 5 semanas; acomodação em casa de família com direito a café da manhã e jantar. A passagem custou uns R$ 2,6 mil, compradas diretamente na CI, com desconto de estudante. O seguro saúde (tem que fazer, gente) pra 60 dias na Europa custou perto de R$ 500 (também na CI). Eu gostei muito do atendimento da CI e não tive nenhum problema. Além dessa grana, gastei outras £1.500 pra comer fora, pagar o metrô, passear, viajar e comprar bobagem. Dá pra gastar menos e nem preciso dizer que dá pra gastar muito mais. Ainda assim, não há nada que eu tenha comprado e me arrependido.

Valeu a pena gastar tanta grana?
Vou fazer uma conta por alto. £2.200 dá mais ou menos R$ 7,5mil. A mensalidade de uma boa escola de inglês na minha cidade custa R$ 400. Multiplique isso por 12 meses: R$ 4,8mil. Adicione aí custo com transporte e material didático de pelo menos mais uns R$ 500: R$ 5,3 mil. Agora calcule que tudo o que você aprenderia em um ano será estudado em 5 semanas. Calculou? Pronto, eu acho que vale. Puta que pariu, como é caro. Mas olha, já vi uma pá de cursos por aí com preços beeeeem mais em conta. Meu conselho? Cheque se a escola tá na lista da British Council, pesquise opiniões de quem foi pra escola e veja se cabe no seu bolso. Simples assim.

Ainda tem dúvida? Deixa ela aí nos comentários que eu dou fim a ela.

7 comentários:

  1. Oi Marla, adorei o seu blog!

    Gostei bastante da forma que escreve (dei muitas risadas aqui) e as ótimas dicas neste post.
    Morro de vontade de fazer intercâmbio, e Londres está em uma das opções (apesas de ser mais caro que os EUA).
    Pelo dinheiro que gastou, vejo que vale super a pena estudar inglês em um outro país, pois além de aprimorar a língua, você conhece outra cultura :)

    Abraços,
    Carol

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol!
      Que bom que gostou! Fico feliz!
      Você está mais do que certa. O intercâmbio nos EUA fica quase a metade do preço, por isso é preciso avaliar com muita cautela o lugar que faz a sua cabeça. Depois de estudar a cultura, ver filmes e tal, fiquei bem convencida que Londres era mesmo o meu lugar. Além disso, o país é menor, então dá pra viajar bastante ao redor. Nos EUA dá pra viajar, é claro, mas as distâncias são bem maiores. Fique de olho, nos próximos posts eu vou falar das viagens que fiz na Inglaterra. Tenho certeza de que elas vão te inspirar.

      Beijão!

      Excluir
    2. Marcelo Puerta20/9/16 22:38

      Obrigado pelas informações Marla, estava buscando opiniões de aluno da St Giles e os seus comentários reforçam o que estava procurando. Já fiz intercâmbio em Toronto e apaixonei, porém, o legal é sempre conhecer lugares novos, então ia pra Vancouver, fiz umas contas, considerando passagens aéreas e tudo mais, até que não vai ficar muito maais alto o orçamento... enfim, valeu!!!

      Excluir
  2. Ter inglês fluente abre muitas portas de oportunidades profissionais, de viagens e de lazer! Hoje existem muitos recursos para se aprender a língua, até mesmo de forma online. Depois de muita pesquisa encontrei muita coisa boa na internet como esse treinamento gratuito postado no youtube (https://youtu.be/0KyNBmEup9k)! Sensacional!

    ResponderExcluir
  3. Eii, estou querendo ir pra Londres e estou super em dúvida sobre a escola, olhei e estou um pouco indecisa entre a EC e a St Giles.. Você indica alguma? Sei que estudou na St Giles, mas quando esteve por lá, chegou a ouvir sobre outras?
    Brigadão!!

    ResponderExcluir
  4. Eii, estou querendo ir para Londres e estou super em dúvida entre a St Giles e a Ec, durante o seu tempo lá você chegou a ouvir sobre outras? O que acha entre as duas?

    ResponderExcluir
  5. Oi, Fernanda! Além da St Giles, eu estudei também na The English Studio (tem post no blog: http://www.marlarodrigues.com/2015/03/resenha-english-studio.html?m=
    Não conheço a EC, mas recomendo a St Giles de olhos fechados!

    ResponderExcluir

Pra ser avisado sobre uma resposta pro seu comentário, lembre-se de marcar a caixinha de "Notifique-me" ali, no cantinho à direita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...