Páginas

18 de abr de 2012

O looping eterno do caso Cachoeira

Demóstenes e Cachoeira: best friends

Nota importante da autora: Se você não faz ideia do que seja o caso Cachoeira, nem deveria estar com esse blog aberto.

Duas considerações jornalísticas sobre o caso.

1º: Jornalista ama a tal da suíte, que no jargão nosso de cada dia dentro da redação quer dizer a sequência de informações publicadas sobre um determinado assunto. Eu não sou a maior fã do esquema. Na verdade, todo assunto que começa a ficar enfadonho demais eu chamo de "a nova cadeirinha". Lembra quando a cadeirinha para crianças e bebês passou a ser obrigatória em carros? Pois é, aquilo ficou num looping eterno, fazendo com que eu tivesse de contar até 100 por alguns dias. Chaaaaato.

Pra mim, é exatamente o que está acontecendo agora com o caso Cachoeira. Looping eterno. Saí de férias, voltei e o assunto continua firmão nas pautas. Entendo que todo dia surge uma coisa nova, um diálogo novo é divulgado, etc. Mas que é chato, ô, isso é. Jornalistões vão me condenar e eu vou rir.

Benedito, condenado por ser irmão do Demo
2º: Como o povo gosta de um malfeito. Tá loko! Primeira coisa que nêgo me pergunta no Ministério Público quando sabe que eu sou jornalista: "Mas e aí, quando é que vocês vão publicar alguma coisa sobre o fato do procurador-geral de Justiça ser irmão do Demóstenes?". Porra, que que uma coisa tem a ver com outra? Na época em que me perguntaram, nada. Agora, está sendo investigada a influência de um sobre o outro. O povo gosta mesmo é de ver o negócio feder.

Como jornalista, a primeira coisa que eu tenho é CAUTELA. Uma vez publicado, amigo, já era. Ninguém vai sair com uma borracha na mão, borrando a informação errada depois. O dano está feito. E que mal o cara fez em nascer da mesma mãe que o outro infeliz? As coisas vão surgindo naturalmente, ao longo das investigações. Não é preciso ficar "cavucando" pra achar o podre do povo. Mas o tal do povo adora ver o circo pegar fogo. E depois reclama que jornal só tem notícia ruim. Se fossem boas venderiam jornal?

4 comentários:

  1. Camila Mitye18/4/12 10:27

    Amiga...imagina nóis que trabaia defendendo...a gente é que num aguenta mais!! kkkkk
    Mas é a tal agenda setting, bla bla bla, que é só um modo blasé e chique-facomb de dizer que a gente enche os jornais de linguiça pra ver se atrai um pouco esse tanto de tonto que só usa jornal pra enrolar banana. E aí, enquanto eles pensam "bem feito pra esses políticos, odeio político!", não sabem que tem um outro tanto de político manipulando atrás de tudo...eee..chega né? Cansei. :P

    ResponderExcluir
  2. Eu gosto do povo falando que jornal é tudo comprado. "Ah, não fala do Benedito pq ele ta comprando" e depois o caboclo aparece nas investigações. "Ah, não fala do Marconi pq ele ta comprando" e daqui a pouco tá o Conim aí bombando nas investigações. O povo acha que imprensa é polícia. Um equívoco grande demais pra um país desse tamanho. Triste ver, viu? O povo só quer pão e circo e falar mal de imprensa e político.

    ResponderExcluir
  3. quanta ingenuidade

    ResponderExcluir
  4. Poxa Marlinha, abandonou o blog?!!!

    ResponderExcluir

Pra ser avisado sobre uma resposta pro seu comentário, lembre-se de marcar a caixinha de "Notifique-me" ali, no cantinho à direita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...