Páginas

17 de abr de 2011

A primeira - e última - vez que fui à Festa da Fantasia

Com meu vestidinho anos 50, ainda em casa

Mesmo sem nunca ter pisado os meus pezinhos na Festa da Fantasia, eu já sabia que jamais gostaria. Mas agora, com conhecimento de causa, eu posso ser mais contundente ao dizer o quanto eu odeio a festa mais badalada de Goiânia. Nem comecem a dizer o quanto eu sou mal amada por escrever esse post. Já sabemos que TODOS ama essa bosta. Mas vamos lá às minhas razões:

1. O convite é caro pra caralho. R$ 200 não tá fácil pra ninguém. Eu jamais pagaria qualquer valor parecido pra ir numa festa. Por isso que eu só fui quando rolou de ir de graça (ganhei dois convites).

2. Goiânia inteira parece estar dentro do Goiânia Arena. É desesperador ver tanta gente junta. Tanta gente ERRADA junta, principalmente.

3. Nêgo achando que tem que reaver os R$ 200 em cachaça. Amigo, não sabe beber, não beba. E te dizer que eu estava no camarote, quédizê, nem gente pseudo-ryca sabe beber whisky 8 anos. Tem que ver issaê, Braseeeeelll.

4. Homens que malharam o ano todo só pra ficar "inchadinho" e exibir uma "fantasia" de, sei lá, peladão. Quer mostrar o físico, amor? Vai pra praia. Isso sem contar os 2 ou 3 caras que vi fazendo flexões NO MEIO DA FESTA só pra ficar com o peitoral inchado. Sério, gente. Tenho nojinho. Vou nem falar da hora que eles já estão suados e ficam esbarrando na gente. ECAAAAAAAA.

5. Contei 34 médicos - 1 tinha jaleco de fisioterapeuta e eu descontei, humilhando, é claro -, 26 noivas e perdi as contas das fantasias de piriguetes, com oncinhas e afins. Inclua-se aí aqueles que vão de, sei lá, homens e mulheres das cavernas. Gente, vamos caprichar na originalidade? Grata.

6. Asas. Asas do inferno. Asas do inferno do caralho de asas da puta que te pariu. Minha filha, quer ser fada? Quer ser Sininho? Quer ser o  Cisne Negro? Quer ser o raio que a parta? Enfia essas asas no meio do olho do seu c*. Essa merda gruda no seu cabelo, gruda na sua roupa, te empurra pra lá e pra cá e tudo o que você quer é que todas voem pra muito, muito longe de você.

7. Música ruim. Ai, Leilah Moreno. Desconfia do cachê que vc tá ganhando e fica com vergonha de soltar um playback nos 3 showzinhos que vc deu em 3 diferentes ambientes da festa. Eu sou triplamente azarada e ouvi praticamente tudo 3 vezes. No tudo vc inclui aí umas 5 músicas só. Da Rihana, da Beyoncé, da Lady Gaga, da Alicia Keys e do Jay-Z. Ok? Ok.

8. Mais música ruim. Se no camarote só tocava música eletrônica, na pista e dentro da arena só tocava funk. Quédizê, rico ouve house e pobre ouve funk. Aonde esse mundo vai parar? Bem aí nessa hora me deu uma saudade imensa de ouvir o playback da Leilah Moreno. Só digo isso.

9. Gente dando PT às 2 da manhã. Ô, minha flor, qual o nível de sangue no seu álcool? Garotão, o que é que você tá bebendo? Álcool 75%? Ai, sério. Não tenho saco pra gente bêbada. Vamos aprender com a titia Marla que deu PT quando tinha 20 aninhos. Bebeu um copinho da água que passarinho não bebe? Então agora bebe um de água purinha, purinha. Hidrata esse corpinho que deus te deu, que você mantém a R$ 300 por mês na Athletics e que quer desfilar num traje minúsculo na festa da fantasia.

10. Nêgo com as abordagens mais erradas EVER. Meu filho, pegar pela cintura, perguntar o meu nome e tentar enfiar essa língua na minha boca não faz de você um Don Juan. Faz de você um babaca completo nível 10. Contei, sei lá, uns sete atentados contra a minha pessoa desta exata maneira. Isso porque eu estava acompanhada de um amigo. Quédizé, imagina se eu estivesse só com as amegas?

11. Enquanto as fantasias do camarote estavam bonitas, as da pista estavam uó. O que nêgo investiu em convite pra entrar, descontou do material usado pra fabricar a roupitcha. Não sei nem como dormi à noite depois de tanta aberração.

12. Falta de comunicação entre os organizadores e fiscais da festa. Quando cheguei, a mina colocou no meu braço uma pulseira preta, escrita IMPRENSA, e disse que eu teria acesso a todo e qualquer lugar dentro da festa. Ok? Ok. Daí saí do camarote e fui pra pista. Quando voltei pro camarote, o que acontece? O fiscal impede a minha entrada e diz que minha pulseira não vale nada. "Amigo, é imprensa, a gente tem acesso a tudo aqui dentro". Sem a pulseira amarela do camarote, não entra - ele me disse, de uma forma grosseira e quase me expulsando do local. Não vou nem citar quantas vezes eu tentei explicar amigavelmente o que estava acontecendo pra ele me dizer quase me xingando que eu não ia entrar e pronto. Ele sequer aceitou se dar ao trabalho de ligar pra algum superior. Resultado? Tive que sair da festa e buscar novamente o mesmo portão pelo qual eu tinha entrado pela primeira vez para tentar voltar ao camarote. Encontrei a mesma mina e expliquei a situação. Ela se desculpou imensamente e nos deu as pulseiras amarelas. Mas olha, DESAGRADAR A IMPRENSA QUE VOCÊ CONVIDOU PRA FESTA NÃO É BOM NEGÓCIO, NÃO, VIU?

13. Pra ter um nível de comparação. Na festa de aniversário do PH, na casa dele, eu cheguei às 21h e fui embora às 7h30 só a casca do ovo. Suada, destrambelhada e com o corpo todo dolorido de tanto dançar. Na festa da fantasia eu cheguei à meia-noite, queria muito ir embora às 2h e dei fim na palhaçada às 5 da manhã, em consideração ao amigo que eu tinha levado. Nessa hora eu nem tinha suado ainda, quase não dancei e meu cabelo estava preso pra valer - mas já tinha perdido os cachos. Quédizê, faça as contas da diversão.

Nós e os sandubas Burger King: ponto alto da festa

Agora as coisas boas, vá:

1. A companhia do Negão, que é sempre divertida.

2. Palmas para o casal Simpson, Homer e Margie, que deram um baile no quesito fantasia e foram - de muito longe - os mais originais de todos os ambientes da festa.

3. A comida e a bebida. Tudo quentinho ou geladinho, do jeito que deve ser. Gostoso e bem servido, sem mimimi. Ponto alto: sandubão do Burger King e torta gelada, também do Burger King. Tinha uns restaurante lá, mas enfim, quis não.

Agora pesem aí os prós e os contras e façam as suas apostas para quando eu alguma vez na minha vida voltarei a esta maldita festa.

30 comentários:

  1. O que me dá inveja é vc e o Regis juntos pagando os pecados!
    O Tópico número 4 é o maior motivo de nunca, NUNCA, ir em nenhuma festa e olha lá shows baladadinhos...
    unindo os bombadinhos e suados com suas línguas macabras é uma das coisas que a gente deve pensar bem se vale a pena ou não pra passear hoje em dia...

    ResponderExcluir
  2. Eu concordo com você, Brasil. Essa festa é complicada mesmo, é festa estranha com gente esquisita fantasiada.

    ResponderExcluir
  3. Não preciso nem dizer, Lourdinha, que nossa noite de sexta, no Metrópolis, foi infinitamente melhor. INFINITAMENTE.

    ResponderExcluir
  4. voce critica as fantasias no geral, mas você foi bem original né ?! trajada com roupas do anos 60, que chique, nunca tinha visto, acho digno. o preço existe para quem quizer pagar, ngm chega em você e a obriga a talz. se nunca foi com a cara da festa, nunca teve vontade, por mais que tenha ganho o convite, nao fosse, burra foi você que sabia que nao gostava da festa e saiu de casa para passar raiva. ai depois abre um blog para criticar, faça me o favor, abre a boca so para conversar potoca. se acha tao esperta ou superior, se acha que devemos olhar os pos e contra e fazer uma reavalição de ir ou nao ir na festa, entao vire uma produtora de eventos, se conhece tanto ne ? e me diz, uma festa que é conhecida nacionalmente vc quer que etseja presente 50 pessoas igual foi no aniversario que voce foi ?! comparar um aniversario de um amigo onde vc conhece a maioria, onde a festa é restrita, e bem diferente de comparar com uma festa aberta ao publico. bicha burra, tenho uma raiva de gnt assim, vai fazer terapia.

    ResponderExcluir
  5. kkkkk tem que ir desencanada, senão sofre! Dentro do camarote tinha uma pista que só tocava música nacional, até samba rock rolou, aí foi bom... E pensa, eu com o namorado e os "bombadinhos" atacando? O povo perdeu a noção...

    Ah, adicionei vc na minha timeline do blog hehehe

    bjosss

    ResponderExcluir
  6. Pois é, Wanderson. Eu sou burra mesmo. Disse isso no primeiro parágrafo do texto. Já sabia que não ia gostar justamente por causa do tipinho de gente que dá nesse lugar. Mas não preocupa, nao. Aprendi a lição. Podicrê que ninguém mais no mundo me vê em festa como essa. Nem pra trabalhar.
    E desencana. Não fiquei ofendida com seu comentário e nem tô aqui pra ofender você. Mas as pessoas precisam aprender a lidar com opiniões diferentes. Intolerância tá tãoooo fora de moda...

    ResponderExcluir
  7. Em primeiro lugar, que quem é burro aqui é vc, que nem escrever direito sabe.
    Além disso, o fato de achar que nao gosta de algo nao lhe impede de experimentar - antes falar mal daquilo que se conheceu, do que falar do que nao sabe. Vc é um exemplo de burrice: veio no blog de alguém que vc nao conhece, falar daquilo que nao sabe, ou seja, quem conversa potoca aqui é vc.
    Qual a relacao entre fazer criticas sobre algo (no caso a festa) e virar produtora de eventos?
    Ah, e pelo que eu saiba, a Festa Fantasia é conhecida no máximo nos arredores da porteira de Goiania.
    Quem deveria procurar o psicologo a vc, o tipico esquizo.paranoide (vulgo ´´afetado´´).

    ResponderExcluir
  8. Olha, meu defensor anônimo acaba de ganhar uma cerveja por conta da casa, hein???? rs

    ResponderExcluir
  9. Sou eu Marloca, a Nadica. Dort !

    ResponderExcluir
  10. Wanderson,

    Manda um texto pra Marla com os PRÓS que aí nós podemos ter uma noção melhor de como a festa é. Certeza que a Marla publica e mais certeza ainda de que geral aqui vai comentar suas brilhantes opiniões. Afinal, você é inteligente e equilibrado, né? Quiridão!

    ResponderExcluir
  11. Marla Rodrigues,
    não quis te ofender em momento algum, mas você só criticou o evento, onde o único momento em que você gostou foi da parte das comidas. #fail

    Anônimo,
    desculpa, se escrevi uma ou duas palavras erradas, depois me passa o telefone que aceito aulas de português. até onde eu sei o blog não esta bloqueado, está aberto ao público, logo tenho direito de entrar e dizer/falar o que eu quizer, cabendo assim a dono do blog permitir ou não o post. a relação em fazer criticas sobre algo no caso a festa e virar produtora de eventos, é que quando se fala demais, é pq se entende muito, logo a pessoa conseguiria produzir/organizar um evento, a partir do momento que se conhece as falhas/defeitos/erros. sobre o conhecimento da festa eu nem quero brigar, no minimo você nao deve sair daqui de goiás, digo viajar pelo Brasil a fora, assim como eu, se falo que é conhecida nacionalmente é pq ja ouvi comentarios, divulgação e pessoas se deslocando de suas cidades só para estarem presentes nessa festa. o pior pensamento da pessoa é achar que góias só tem porteira. kk. e em momento algum eu falei para Marla procurar psicologo, e sim um terapêuta, não sabe a diferença ? depois posso te contar. ok ? é so me avisar.

    Rainer Sousa,
    pode deixar que vou fazer um texto para vocês aqui com todos os PRÓS da festa a fantasia. mas isso só após o feriado. dentro do possivel sou inteligente e equilibrado sim.

    generalizando, a festa a fantasia não é um tipo de festa que agrada vocês. pelo oq comentam por aqui, vocês transmitem um tipo de pessoa, que curtem ficar em casa, com familia, amigos, não curtem viajar, ou não tem dinheiro para isso, e ai o que resta é só criticas para festas boa com essa, que ja dura mais de 15 anos.

    beijos a todos, bom feriado, e após o feriado nos veremos por aqui.

    ResponderExcluir
  12. Ana Paula20/4/11 09:59

    Olá Marla, gostaria também de comentar sobre a festa da fantasia se possível.
    A festa é uma senhora festa, querendo ou não ela tem repercursão nacional (não como um carnaval, mas ela tem) seria ignorncia falar que ela fica restrita as porteiras de goiania, pois além de trajar a cidade com uma roça enorme coloca como quem é de fora (assim como eu) e fica sabendo da festa como alguem "matuto"( seleção para comparar a porteira).
    Faço minhas suas palavras em relação as asas, porém, nao critico as pessoas que foram, afinal é uma fantasia, e eles tinham direito de usar até porque pagaram para irem.
    O valor de 200 reais, é caro e por isso que existe outra opção que e a pista, se quer ir e nao pagar tal valor, paga mais barato a diversão é por sua conta..afinal, quem se diverte não é só porque o povo a sua volta esta se divertindo e sim pq a pessoa assim quer.
    O que seria gente errada? pq definir assim, esteriotipar as pessoas é erroneo e agressivo. Vamos concordar que em Goiania existem pseudoricos e pseudoespertos também...se gastaram 200 reais no convite e querem beber sem saber direito, é direito deles...até pq poderiam ter comprado uma garrafa e toma-la em casa em uma boa conversa entre amigos discutindo algo interessante, mas preferiram ir a festa e se divertir dessa forma, qual o mal? eles ultrapassaram os limites com vc? ou vc qm quis e nem a quis? vamos também ver ql era realmente sua intenção =)
    Se a pessoa resolve malhar ou tomar bomba, oq isso atrapalha em sua vida? tem gnt que faz regime só pra ir bonitona para a praia.Quanto ao suor, minha amiga, pega um onibus em goiania as 18h, ai sim vc pode dizer ECA e com razão.
    Quanto as fantasias, realmente um festival de repetição, mas o que vale é ir de fantasia, não importa qual...será q nao tinha mais ninguem de vestido anos 50? somente vc? Se sim, meus parabéns.Quanto ao Wanderson e ele não saber escrever, please leiam bem essa frase,"Por isso que eu só fui quando rolou de ir de graça (ganhei dois convites)"se ganhou claro que foi de graça...se não, nao era ganhar era trocar.
    O que realmente importa em uma festa é o quanto vc aproveitou dela, se vc já foi com o pensamento negativo, claro que iria ter essa resposta...lei da atração. Eu fui e adorei, meus amigos são otimas cias, a cerveja estava gelada e apesar das cantadas furadas, riiii e ri muito, pois estava lá, livre do pré conceito, de tudo que é pré concebido...
    De verdade um conselho..."Conhece-te a ti mesmo." Sócrates, pois vc deve estar criticando muito algo que de repente nao seja tudo isso, open your eyes and think twice...assim não será uma jornalista incompreendida de um blog e se tornará uma jornalista com sucesso. =)
    Que não seja uma critica ruim e sim construtiva...um concelho.

    ResponderExcluir
  13. Wanderson, Ana Paula: que bom que vocês gostaram da festa. Sério. Bom mesmo. Se ela existe desde, sei lá, 1996, ela deve agradar a muita gente mesmo.
    O que vocês não conseguem compreender é que outra pessoa pode não gostar. E eu não gostei. E disse aqui por A+B as razões por não ter gostado.
    Sinto muito em não concordar com vocês e, acreditem, ser a "do contra" da roda é a minha vida há 25 anos, então, não. Vocês não vão me convencer de que eu estou errada por não gostar dessa festa. Tomara que vocês continuem participando nos próximos anos. Goiânia tem que rodar dinheiro, minha gente. Alguém tem que ir. Que sejam os que gostam. Só isso.

    ResponderExcluir
  14. Argumento furado nº1: "Se a festa fosse ruim, não ia tanta gente."

    A questão das maiorias se manifestarem a favor de um tipo de comportamento só mostra que o comportamento é maioritário. Em nada tem a ver com a clara constatação dos vários problemas visíveis no conceito de diversão que as pessoas hoje tem para si. Hoje o tempo da diversão é um tempo de fulga das frustações, de distanciamento daquilo que nos dilacera em um cotidiano tomado por obrigações e pelo trabalho. Portanto, quando a Marla fala de "gente errada", ao meu ver, faz menção ao imenso número de pessoas que usam a diversão como uma fuga e não como uma extensão do prazer e da realização que deveriam se manifestar nos mais diversos campos de sua vida.

    Argumento furado nº2: "Se achou ruim, faz melhor."

    Esse é ridículo! A festa é um produto que só tem a sua qualidade atestada por quem PARTICIPA do evento e não por quem ORGANIZA o mesmo. Isso é tão ridículo quanto dizer que eu não posso falar mal do pão da padaria porque eu não sou padeiro.

    ResponderExcluir
  15. Bruna Mateus20/4/11 17:18

    Nunca fui à festa, e nunca irei. Mas só passei aqui para dizer que se a Marla falou que foi boa, estou com ela. Essa jornalista é do tipo que sabe o que fala. E ponto final.

    ResponderExcluir
  16. E essa minha amiga é do tipo que não lê o texto. Ou esqueceu de um "não" na frase. Pô, Matiôs!!! ;D

    ResponderExcluir
  17. Eu fui uma vez para ajudar na cobertura e tive a mesma péssima impressão. Só não sabia descrever assim tão bem...hehee. Mas quando eu fui não usei fantasia, e essa é a única parte que me agrada na festa...rs. Beijim

    ResponderExcluir
  18. Bruna Mateus21/4/11 19:01

    É, faltou o "não", mesmo. Mas li o texto sim, Marloca! E adorei o humor ácido de sempre...

    ResponderExcluir
  19. André Lôpo disse...
    Vai ai meu ponto de vista depois de ler sobre quem não gostou e quem amou a festa a fantasia, digo que, não e porque a festa e grande e faz sucesso que seja boa de verdade, afinal sabemos que em nosso país e também em nosso estado, qualquer evento que envolva muita cerveja ao ponto das pessoas saírem trebadas e pessoas de ambos os sexos fáceis de se pegar faz sucesso, já paguei valores consideráveis em festar que são muito boas e que as pessoas não capotam de tanto beber, a uma grande diferença de gosto entre as pessoas que estão tecendo comentários aqui, nunca fui em uma festa a fantasia mas não tenho vontade de ir porque sei que o publico não me agrada (assim como não preciso enfiar o dedo na tomada para saber que levarei um choque) nem todos os lugares você precisa conhecer/ir para saber como e, em eventos como esse basta você SE CONHECER para saber que não ira gostar, se você se conhece e sabe que não ira gostar ta ai o pensamento de Socrates em pratica ok Ana, concordo com a opinião da Marla, mesmo não a conhecendo (temos amigos em comum que são da mesma opinião) e depois que eu mostrei o blog para alguns amigos que ate mesmo já foram na festa a fantasia todos e eu repito TODOS concordaram em algum tópico com ela, claro que alguns mesmo concordando com ela em alguns comentários no blog disseram que ainda assim gostam da festa (o que não foi grande maioria) e digo que a maioria das pessoas que eu conheço e tenho uma real amizade não gostam de eventos como esse.

    ResponderExcluir
  20. André Lôpo ainda disse:
    O que a Marla expos aqui foi não só a opinião dela mas de sim de um outro publico que não aprecia esse tipo de evento , acho que quem gosta deve ir mesmo se divertir, pegar todas so não concordo muito com a questão de beber todas, que como a Marla disse: Nêgo achando que tem que reaver os R$ 200 em cachaça. Olha isso não precisa mesmo todos podemos beber moderadamente os R$ 200,00 que neguinho paga, envolve iluminação, segurança, aluguel e muitas outras coisas mas o pessoal acha que o dinheiro foi somente para a marvada da pinga, eu mesmo pago qualquer valor por uma mesa num show do Chico, Rita Lee, Roupa Nova entre outros, em eventos que são open bar e você não vê tanta gente caindo, pago pelo artista e pela organização do evento e e isso que o pessoal que vai na fasta a fantasia deveria apreciar, mas cada um com seu gosto (ou desgosto) pagou R$ 200,00 pelo evento já foi colega não volta mais, o que você pode fazer realmente e aproveitar mas da maneira certa daí vem a Ana Paula e diz: se gastaram 200 reais no convite e querem beber sem saber direito, é direito deles...até pq poderiam ter comprado uma garrafa e toma-la em casa em uma boa conversa entre amigos discutindo algo interessante, mas preferiram ir a festa e se divertir dessa forma, qual o mal? Eu te digo agora o mal, o mal e que uma amiga minha estava voltando pra casa as 6 da manha depois de dormir com a mãe no hospital e acabou que ela foi de volta para o hospital de Samu pois deslocou o punho e levou 4 pontos na cabeça em uma batida conta um carro com um cara fantasiado de Batman que estava bêbado, ta ai o seu mal!!! E o direito do outro de ter segurança? Será que a pessoa que ta bebendo todas pensa no q pode acontecer? Afinal se ele resolvesse chapar o coco na casa de um amigo ou na dele o Maximo que ele poderia fazer era se afogar na piscina mas não o cara bebe todas porque tem que reaver seu dinheiro em pinga, e os outros que pagam por ele porque ele e um imprudente, não digo que agora open bar tem que ser so refri , mas não precisa virar um pudim de pinga e sair cagando na vida dos outros, quanto a lei da atração Ana nem tudo que te atrai e bom, se fosse assim todo sexo seria gostoso afinal quando você vai fazer acha que será uma maravilha vai cheio de tezão mas na hora H a coisa pode não ser tão boa e ai minha filha pode pensar positivo o quanto for que não adianta de nada e ruim do mesmo jeito.

    ResponderExcluir
  21. Quanto ao Wanderson pelo que ele escreveu aqui sobre viagens, dinheiro, quem tem e quem não tem, me parece que de nada adiantou você viajar tanto Brasil afora, viagens fazem com que seu conhecimento cultural aumente, e uma pessoa que já no primeiro comentário que faz no blog chega citando palavras como: BURRA FOI VOCE, BICHA BURRA fora a agressividade perceptível em todos os momentos da leitura, realmente não tem cultura nem educação, o blog e aberto a todos mas devemos tomar cuidado com o que falamos pois como dizia Pitágoras “Se o que tens a dizer não é mais belo que o silêncio, então cala-te” porque depois de tudo que tu falou ai vem e posta: Marla Rodrigues, não quis te ofender em momento algum , e melhor pensar antes de escrever/falar, segue o exemplo do Rainer, que da próxima quem sabe você consegue no mínimo não entrar em contradição, mas enfim sei que não fui não digo que nunca irei, mas não tenho nenhuma pretensão de ir a festa a fantasia ou eventos do mesmo tipo, e agradeço as pessoas como a Marla e a Erika que vão a esses eventos (e só vão porque e de graça porque sabem que não vale a pena gastar $$, eu também só iria se fosse de graça e depois desse momento de leitura acho que ainda irei pensar se vou ou se presenteio alguém que goste da festa com um convite) e mostram o lado negro da força isso ajuda muito, Marla adorei seu seu blog já li algumas postagens anteriores, e vou acompanhar sempre, super legal seu trabalho, dinâmico, informativo e gera opiniões de todos os públicos, isso faz de você uma jornalista sim!!!
    Valew

    ResponderExcluir
  22. Preguica ideologica dos excessivamente cultos.
    O senso de humor é sempre melhor que tanto blablabla.
    O post na verdade tem um tom de humor, mas o povo cult vem com filosofias e conhecimento semi-academico...ai que preguica que dá !

    ResponderExcluir
  23. Voltem todos para a academia, pelo amor de Deus. Enfiem o diploma no rabo ! Preguica filosofica mode on.

    ResponderExcluir
  24. Goiânia é a única cidade q tem um camarote dentro de outro camarote, e nesse camarote dentro do camarote, so tem pobre pagando de rico e piriguete com uns decotes e os peitos pulando p/fora....

    ResponderExcluir
  25. Estou a 16 anos ensaiando minha primeira festa fantasia e hoje (26/03/2012) adquiri meu ingresso, e para me familiarizar com a festa estou buscando informações sobre a mesma aqui na internet logo de cara chego neste blog! Depois de ler seus comentários sobre a festa estou quase chegando à conclusão que não fiz uma boa escolha!
    A minha fantasia já esta pronta; causa Jean, tens, e uma camisa com os dizeres; Bolsa família.
    Caso eu mude de ideia vou dar o ingresso ao primeiro mendigo que passar na minha frente, assim estarei ajudando alguém que realmente precisa, ele vai tirar a barriga da misseira, comer e beber do bom e do melhor e curtir as gatas! E isso mesmo , a comida e a bebida boa né?

    ResponderExcluir
  26. Bobagem, Wanderson. Vá e se divirta. Essa é, como eu disse, apenas a minha opinião que, como vc viu, não é unânime (bem pelo contrário!). Arrasa cas gata e depois vem me contar o que vc achou! ;)

    ResponderExcluir
  27. Quase um mês depois da festa aqui estou para relatar o que aconteceu no dia da festa F. Por volta das 01:30 hs da madrugada de sábado eu e meu amigo R. ao chegamos na festa , um cambista nos abordou perguntando se queríamos comprar ingresso, meu amigo R. muito sagas logo respondeu não, não temos você tem para vender e quanto e ? Cambista; Sim Tenho Área Premium e Camarote Gold, o primeiro 200 paus e o segundo 600 contos.
    Resumo; 20 minutos depois eu e meu amigo R. já estávamos a caminho de nossas casas felizes e sorridentes, compramos nossos ingressos Premium por 100 reais e vendemos por 200 Reais! Lucro de 100% . Com esse dinheiro salvei a Formula Truck desse ano .
    2013 que me aguarde vou trabalhar de cambista na porta. By...

    ResponderExcluir
  28. Eu já fui duas vezes a festa. Uma vez voltei as 4 horas e outra as 2 horas. Fui de pista, pouco me lixei para a fantasia dos outros, afinal eles pagaram com o dinheiro q tinham e escolheram a fantasia que queriam. E aprenda duas coisas: 1º quem vai de pista não é só porque é pobre, se eu quisesse eu ia de camarote; 2º julgar o tipo de pessoas que vai na festa por uma quantidade restrita de experiências ruins, não é correto.
    O suor realmente é desagradável, mas convenhamos que o SER HUMANO é nojento se pensarmos bem. As asas (malditas asas), quis arrancar todas, mas o q se pode fazer? A criança só pode ser a fada na festa a fantasia.. Quanto aos homens bombadinhos, eles nem tem culpa pois a sociedade impõe o Império do corpo perfeito e eles estão tentando se encaixar. O que mais me irritou foi o fato de tocar música eletrônica a maior parte da festa, o que eu odeio, pois pra mim não tem sentido uma música que só repete a batida. Quanto a originalidade das fantasias, convenhamos que a sua tampouco foi original e eu percebi que foi a única coisa que você não rebateu. Homens com cantadas ridículas tem em qualquer festa e em qualquer lugar; e eles melhorariam o repertório se não tivesse mulher que caisse (ou nem ligasse) nelas. E também não entendo os necessitados de glicose, se não sabe beber NÃO BEBA.
    Enfim, você disse o que pensava sem elaborar muito bem, o resultado disso foi o pessoal dizer que você esta tentando fazer as pessoas mudarem de ideia quanto a ir à festa. E quem te julgou, fez baseado nisso, e não estou aprovando como fizeram. E como o blog não é deles e sim o seu, ai estão meus pensamentos para você. Fique esperta, quem diz o que quer ouve o que não quer.

    ResponderExcluir
  29. Eu sou do tipo que lida bem com as diferenças. Gosto de ouvir opiniões divergentes, gosto de discuti-las. Nunca tive problemas com isso. O que não dá pra suportar é gente dizendo que estou errada simplesmente porque não compartilhamos da mesma opinião. Por causa de gente que não tem um único argumento na cabeça é que vou fechar esse post para comentários. E se esse é o tipo de gente que gosta de frequentar essa merda de festa, então olha aí que razão melhor ainda para nunca mais passar perto deste lugar.

    ResponderExcluir
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...