Páginas

28 de abr de 2011

Não tá fácil pra ninguém

Esse povo todo falando do casamento real, e da calvície precoce do príncipe William, e do jeito blasé de Kate Middleton, a quem eu honestamente chamarei de Lady Katy. Fico torcendo tanto pra na hora que acabar o casamento ela tirar a calcinha do rêgo, jogar o buquet no chão e gritar: "Agora isso aqui é tudo meeeeeeeu, esse castelo é meu, essa igreja é minha, esse príncipe é meu, essa rainha é minha, é tudo meeeeeeeeeuuuuu!". Tá. Tô vendo muito Zorra Total. Tá errado, Brasil.

Aí fica nêgo falando dos 5 milhões de libras que serão gastos no casamento dela. Tadinha, gente. Dianão gastou muito mais: 30 milhões. E o pior: teve que se submeter a teste de virgindade. Lady Katy tem que ficar bonitinha, caladinha, fazendo mesmo essa carinha de não-fede-nem-cheira.

Mas o que me assusta MESMO, minha gente, é que até agora ninguém - repito, ninguém - questionou se vale a pena ser princesa, ficar naquela bosta de família desestruturada que é a realeza, ser perseguida por paparazzis até dentro do banheiro quando você pode ter um filho com a cara do sogrão. 



É pra acabar.

Um comentário:

  1. Essas coisa me dão medo certas horas, mas amei o momento Kate.. Ou melhor... Lady Kate...
    Duvido um pouco que qualquer ser humano em sã consciência e racionalidade teria coragem para fazer tal coisa, mas dar dicas e sugestões não mata, não é!?
    Não creio que seja tão hostil ser princesa, mas quem sabe talvez não seja tão grandioso quanto a mídia (Maldita mídia, só para constar), faz parecer...
    Talvez... Raramente alguém pode constatar por experiência própria, e nem sempre o que é raro é tão precioso e bom!!

    ResponderExcluir

Pra ser avisado sobre uma resposta pro seu comentário, lembre-se de marcar a caixinha de "Notifique-me" ali, no cantinho à direita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...