Páginas

18 de fev de 2011

Férias no RJ, dias 1 e 2

Atenção: já cansei de reconfigurar e não consigo, então as fotos continuam esmagadinhas e as verticais o blogger fez de horizontal de burro que ele é. Não consigo mudar. Virem suas cabecinhas. Obrigada e boa leitura!


Então é assim: vim usufruir minhas férias na terrinha, vulgo Rio de Janeiro. Sempre tenho uma preguiça imensa de vir pra cá por causa do calor, e da praia, e dos cariocas... Mas sempre acabo vindo pra cá. Normalmente porque meu pai morava aqui, mas desta vez estou na casa de um casal de amigos com os quais eu já dividi um apartamento em Coimbra (Portugal) e todos os anos da faculdade. Então são tipo irmãos, o que já vale muito. ;)

Cheguei na quarta-feira, em um voo da Azul. Eu estava com mega preguiça porque minha conexão era em Campinas, mas nem senti. Voo super tranquilo, atendimento de primeira, snacks meia-boca e vídeo individual para assistir alguns canais de tv a cabo. Eu cheguei e nem vi que estava voando - ainda bem, porque morro de medo de voar.

Desci no Galeão, longe de tudo e todos. Peguei um Frescão (ônibus) R$ 6,50 e desci no Aeroporto Santos Dumont, no Centro. De lá, tomei um táxi até a Lapa, onde moram Nay e Pedro. Teoricamente aqui é Centro, mas não: pra mim é mesmo Lapa. rs No táxi eu dei rata. Fiquei com medo de pagar caro e negociei R$ 15 pela corrida que não valeria mais do que R$ 10 com o taxímetro ligado. Táxi aqui é bem em conta se vc pegar na rua. Lá no Galeão, as cooperativas fazem preço fechado, seria tipo R$ 70 até o centro. Absurdo.

Já na quinta, acordei tarde, mas com calma, almoçamos em casa e fomos - eu e Nay (Pedro trabalha o dia todo) - fazer uma coisa que apelidamos "city tour" do centrão. Pegamos um bus pra ir até a ponta e o planejado foi vir fazendo o caminho da volta à pé pra conhecer os lugares. Passeio que eu, carioca, nunca tinha feito até então. Uma vergonha, eu sei. Mas meu pai é avesso a essas coisas... Whatever...

Descemos na Igreja da Candelária, aquela da chacina, isso mesmo. Por fora ela é feia, muito feia. Mas por dentro ela é linda, muito linda. Casar ali deve ser um sonho (nessas horas eu sou católica). Mil fotos. Por falar em chacina, lá tem uma cruz com uma espécia de lápide contando a história do ocorrido e o nome dos que ali foram mortos. O lamentável é que já estava quase tudo apagado, então na hora foi meio que impossível ler quando aconteceu e o que eles escreveram. Pena.

Em seguida passamos pelo Centro Cultural do Banco do Brasil, vulgo CCBB. No local, a exposição O Mundo Mágico de Escher, um artista plástico que gosta de trabalhar as ilusões de óptica em pinturas, objetos e várias outras coisas. Desculpem, sou uma anta e não entendo de arte. O chato mesmo é só que não pode tirar foto de nada. Queria ter tirado foto de vááááárias coisas. No andar de cima, exposição Cora Coralina - Coração do Brasil. Mas né, já vim lá 'du' Goiás, me dei ao luxo de dispensar. Aaaaahhhh! Na entrada também tinha um outro objeto de ilusão de óptica, e esse dava pra tirar foto. Foi bem divertido, mas o carinha que bateu as fotos é desses que não consegue enquadrar. Pra tudo isso sempre tem Photoshop. Mas só em Gyn, aqui vai a prévia:



Depois do CCBB, o Paço Imperial, bem ali, ao lado da Praça XV. Lugar charmosinho, sem luxo. Pra mim o que mais chamou a atenção foi o piso de madeira, que parecia contar a história do lugar ao ranger. Um déjà vu relacionado ao que já vivi em Portugal. No local dava pra tirar fotos do lugar, mas não da exposição Bem do Brasil, que tem objetos, pinturas e telas de todas as partes do Brasil, expondo os nossos folclores. 'Du' Goiás tinham as máscaras das cavalhadas de Pirenópolis, mas meio fake, porque nunca tinha visto igual. Pra saber só indo lá, porque - como disse - não pode tirar foto. Fiquei louca com uns objetos nordestinos, mas vocês também vão ter que ficar na imaginação. Sem fotos, sem história. =(

Ah, é preciso contar que antes de passar no Paço Imperial, a gente parou numa lojinha super vintage da Granado, aquela que vende produtos Phebo. Super retrô e linda e cheirosa e eu queria sair de lá carregando tudo. Mas só deu pra levar algumas coisinhas. O engraçado é que a sacolinha da loja virou um objeto de arte porque saiu em todas as fotos junto comigo. Quase uma pessoa. 

E eu descobri que sou ridícula e que gosto de imitar estátuas. Daí toda vez que via  uma saía gritando "Estátua, Nay, estátua" e já fazia a pose pra ela bater a foto. Saca aí o carão que eu passei na antiga capital do País:


Quê mais? Mais nada, porque super passei tempo nas exposições e o horário de visitação fechou pras outras coisas. Fico me perguntando quando é que Goiânia vai ter tanta opção cultural na vida? Ficou faltando conhecer ainda a Antiga Sé, o Museu Nacional de Belas Artes, o Teatro Municipal e a Biblioteca Nacional, onde deu pra fazer uma prévia de fotos, mas só no saguão. 

Depois, pra arrematar o calorão, precisava tomar essa coisa que fez tanto sucesso na cidade que já invadiu várias outras do País: o sorvete de iogurte, vulgo Yogoberry ou Yoggi, em Goiânia. Duas marcas distintas que vendem a mesma coisa. Delicinha, mas ó: vale esse preço todo não, hein? Tem que ver isso aí, morrer em R$ 11 num sorvetinho não tá fácil pra ninguém. Mas né, tô de férias.

Pra fechar o dia, sanduichinho Subway e Guitar Hero. Consegui fazer 100% numa música dos Beatles. Lindo de viver. ;D E agora chega, porque preciso descansar. Amanhã tem mais turismo cultural. Tô me sentindo na Europa. Abaixo, foto dos amigos que me receberam. 'Nóis tudo' ali nos arcos da Lapa, voltando pro apê.

5 comentários:

  1. Que lindo a aventura de vcs duas!!!! Não sabia que vc era carioca, Marloqueira. Jurava que era goiana do pé rachado!! Manda beijos pra Nay e pro Pedro!

    ResponderExcluir
  2. A pessoa atrasada está lendo os dias 1 a 4 todos de uma vez, mas já está achando um máximo essas visitinhas maravilhosas às preciosidades da nossa terrinha.
    Fico feliz que esteja aproveitando seu tempo e passeando bastante. Volta com muita fota e bronzeada!! eheheh

    (Agora deixa eu ler o próximo post! :p)
    Bjocas e divirta-se!!!!
    :****

    ResponderExcluir
  3. Mauro Brait22/2/11 09:07

    Belas paisagens... atrás das belas pernas.

    ResponderExcluir
  4. Massa demais Tbm sou carioca que atualmente mora em Goiania, rs Temos isso em comum... Saudades do CCBB e da vida noturna do RJ... Mas 2017 estarei por lá novamente. Amando ler sobre sua viagem, sempre te acompanhando. :D

    ResponderExcluir
  5. Massa demais Tbm sou carioca que atualmente mora em Goiania, rs Temos isso em comum... Saudades do CCBB e da vida noturna do RJ... Mas 2017 estarei por lá novamente. Amando ler sobre sua viagem, sempre te acompanhando. :D

    ResponderExcluir

Pra ser avisado sobre uma resposta pro seu comentário, lembre-se de marcar a caixinha de "Notifique-me" ali, no cantinho à direita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...