Páginas

23 de set de 2010

Quanto tempo tenho?


Coisas que bagunçam a minha cabeça...

Aos 28 anos um dos meus chefes "desistiu" do jornalismo. Afirma não querer mais uma vida que exige dele uma exclusividade de 8 a 10 horas diárias de trabalho estafante. Não quer a vaga do seu próprio chefe. Não se vê mais nessa vida sem feriados ou folgas no fim de semana. Vai casar até março. Quer mais tempo pra se dedicar aos seus negócios - e à sua mulher. É empresário e indica o mesmo para os colegas da redação.

O que me faz pensar...

Eu, com 24 anos, vou gostar dessa vida que ele desistiu por quanto tempo? Mais quatro anos? Será que um dia essa coisa de ir pra redação aos domingos e feriados vai perder a graça? Será que lidar com os anseios da população no cotidiano vai simplesmente me aborrecer? Qual é o meu prazo de validade de jornalista feliz? Será que eu só gosto disso porque não tenho outra atividade nem outra coisa melhor pra fazer? Tipo... um namorado é uma coisa quase impensável na minha vida. Não tenho tempo. Por quanto tempo a minha vida social atribuladíssima da madrugada vai continuar me divertindo?

Como sempre, muitas perguntas e quase nenhuma resposta.

3 comentários:

  1. Pense isso tudo sendo professor... é pior ainda! =(

    ResponderExcluir
  2. é amiga, infelizmente escolhemos essa profissão ingrata. Eu também odeio trabalhar domingo e feriado, mas eu sempre lembro da minha função de informar o cidadão (kkkk, mentira, lembro msm q ganho até bem pra fazer isso). Estou pensando em te trazer pra Palmas...Vc daria uma ótima produtora aqui na TV! E tenho certeza de duas coisas: Voce ganharia mais, se divertiria mais e trabalharia do mesmo tanto (ou menos). E aí, q tal?
    Só mais uma coisa: Desiste não baxinha, vc nasceu com DNA de jornalista, só falta algum dono de conglomerado de comunicação perceber o seu faro e te oferecer um super emprego numa mega revista pra ganhar umas cinco vezes mais.

    Chêro!

    Mi

    ResponderExcluir
  3. É importante atualizar esse post. O meu chefe, que "desistiu" do jornalismo pra ficar sendo só empresário "desistiu" de ser só empresário pra voltar a fazer jornalismo - tudo isso em menos de um ano. Quédizê, essa paixão que a gente tem por essa profissão é muito inexplicável. E eu perdi a vontade de abandonar esse jornalismo canalha. Pelo menos por enquanto.

    ResponderExcluir

Pra ser avisado sobre uma resposta pro seu comentário, lembre-se de marcar a caixinha de "Notifique-me" ali, no cantinho à direita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...