Páginas

13 de jul de 2010

Das coisas que eu gosto



De todas as coisas que eu já fiz no jornalismo (não muitas, não muitas...), há duas em que eu realmente encontro a felicidade. A primeira delas é o hardnews, as notícias quentíssimas, que acabaram de acontecer. Um carro capotado ainda com o pneu girando, pessoas ainda gritando antes de entrarem na ambulância, burburinho, confusão e indigestão (sempre rola um frio na barriga ou vontade de vomitar, dependendo da cena). Tá, mega urubu isso, mas é legal.

E segundo são as reportagens de campo. Entender um pouquinho de agrobusiness e mercado de commodities é uma coisa que dá um certo prestígio (pra mim, só pra mim. rs). Porque apesar de eu ser completamente burra para a área de Economia, eu consigo conversar sobre as tendências mercadológicas de grãos - principalmente. O negócio é que jornalismo é uma coisa especializada em nada, então quando você finalmente entende de alguma coisa... sucesso!

Hoje o hardnews me deu mais uma razão pra gostar dele. O acidente ocorreu às 17h30. Às 18h eu estava lá e às 18h30 de volta na redação. Às 19h a matéria já estava no site do jornal, informando a quem quer que tenha acesso à internet que a pista estava interditada na quilômetro tal da rodovia tal. Isso sim é serviço prestado. Tudo muito rápido.

Nessas horas eu me esqueço de todos os problemas, inclusive os inerentes à carreira, e percebo o quanto eu sou privilegiada por ter uma profissão na qual eu realmente me realizo.

2 comentários:

  1. Adorei o seu blog. Vou aparecer mais vezes.

    =))

    ResponderExcluir
  2. KKKK...Cara! eu Tb adoro escrever sobre o campo! Mas é bem verdade, nós somos especialistas em NADA!!!

    ResponderExcluir

Pra ser avisado sobre uma resposta pro seu comentário, lembre-se de marcar a caixinha de "Notifique-me" ali, no cantinho à direita.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...